Página Inicial
Antologias
Coletâneas
Galeria Literária
Publique seu Livro
Portal Marise Andreatta
Portal Herculano Vieira
Andamento das Publicações
Faça sua inscrição
Ebooks
Fale Conosco
Loja Virtual
Arquivo
Memórias


LOGIN

Login:
Senha:

Saiba como participar da Galeria Literária!



Memórias do Celeiro
Há 80 anos...

HERCULANO VIEIRA (Tio Nhonhô) nasceu em 10.01.1891 na cidade de Campinas/SP, filho de Manoel Gomes Vieira e de D. Olympia Alves Souza Vieira, casou-se em 01.09.1927 com Fortunata Carlota Vieira e teve um único filho, Herculano Vieira Filho. Jornalista e escritor fez parte do corpo de redatores do "Correio Paulistano"; secretariou a revista "Novíssima" sob a orientação de Cassiano Ricardo, Plínio Salgado e Menotti Del Pichia. Em 1927 fundou e dirigiu a "Empresa de Divulgação Literária" - Rua Benjamin Constant, 1 - São Paulo, que durante 5 anos editou a revista mensal cultural "Feira Literária" - Laureada pela Academia Brasileira de Letras - uma Coletânea que agregava escritores de vários estados brasileiros. Publicou "Lyra Cigana"(versos), "Seja o que Deus quiser..."(contos), "O Crimo do Morro velho" (contos), "Rimas... rimas"(versos). Com a poesia "Cruzeiro do Sul" obteve o prêmio literário "Cruzeiro do Sul" em 1912. Em 1938 publicou " Velhas Luas"(versos) pela Cultura Moderna Sociedade Editora Ltda. Faleceu em 07.11.1943 na cidade de São Paulo.

Meus agradecimentos ao primo Edson Paschoal pela dedicação em preservar a memória de nossa família, e pelo precioso presente - a coletânea "Feira Literária"- produzida e editada pelo Tio Nhonhô.
Denise Barros

PREFÁCIO da "FEIRA LITERÁRIA" volume I - janeiro 1927
"A "Empresa de Divulgação Literária", recentemente organizada nesta capital, desejando contribuir, tanto quanto possível, para uma divulgação mais ampla das manifestações artísticas do pensamento jovem do Brasil, pensou em editar uma collectanea mensal de trabalhos inéditos, a que deu o título genérico de "Feira Literária". Deste lado do Atlantico, é esta a primeira vez que se procura dar um cunho de estabilização definitiva ao emprehendimento. Na Europa, podem-se contar ás dezenas publicações desta natureza, bastando citar, neste momento, as que se tornaram mais conhecidas aqui: "Le grandi firme" de Pitigrilli, em Turim, e "Les oeuvre libres", A.Fayard & Cie., em Paris. Mesmo a circumstancia de aparecer mensalmente, com uma pontualidade que havemos de manter a todo custo, parece-nos que imprime á "Feira Literária" um caracter sempre novo de opportunidade, facultando-lhe ainda o poder acompanhar e reflectir, passo por passo, as surprezas notaveis que nos offerece dia a dia o prodigioso desenvolvimento das letras nacionaes." Herculano Vieira-Editor S.Paulo, janeiro de 1927

Conheça alguns dos ilustres e notáveis Escritores que participaram da "FEIRA LITERÁRIA".








Faça sua Inscrição! Clique Aqui!